Cammila Yochabell, CEO da Jobecam.

A Jobecam, plataforma de recrutamento que usa recursos de vídeo, foi selecionada para o programa de inovação empresa de energia Raízen.

No programa batizado de Pulse, a startup do segmento de RH terá acesso a ambiente de networking, ciclo de conhecimento a partir de eventos e palestras, além da chance de experimentação de novos negócios.

Voltado a empreendedores do agronegócio, indústria, logística, varejo, gestão e produtividade, o hub de aceleração da marca é focado em inovação e promete ser um ponto de encontro entre startups, corporações, investidores, entidades e universidades.

“O programa Pulse da Raízen vem ajudando muitas startups a se destacarem, e ser uma delas é gratificante”, afirma Cammila Yochabell, CEO e fundadora da Jobecam.

Yochabell é uma executiva com experiência na área de RH que também trabalhou na Sage, multinacional inglesa de software de gestão.

A Jobecam atribui a oportunidade ao sucesso de um processo seletivo realizado às cegas, neste ano, para a Raízen em Piracicaba. Segundo a startup, o processo seletivo foi acelerado em, pelo menos, 70%.

A Oracle, que também oportunizou aceleração para a startup, já utilizou o mesmo tipo de entrevista, na qual a equipe de RH fala com os candidatos sem ter acesso aos nomes e histórico acadêmico, pela Internet. 

Fundada em 2016, a Jobecam vem chamando atenção pelos investimentos que tem recebido. Em abril deste ano, o aporte veio da BRQ Digital Solutions.

Na mesma época, foi selecionada para o programa de aceleração do Facebook com a Artemísia, na Estação Hack, centro de inovação criado pela rede social em São Paulo.

Em julho do ano passado, a startup recebeu um aporte financeiro da People+Strategy, consultoria empresarial focada em planejamento estratégico e desenvolvimento humano.

A Jobecam é uma plataforma de empregos que atua por meio de uma ferramenta de vídeo e uso de algoritmos.

Para candidatos, oferece uma área para gravação de vídeos-currículo de até 30 segundos (modelo free) e 90 segundos (modelo premium). O vídeo pode ser compartilhado em diversos outros canais e recrutadores.

Já empresa pode tanto selecionar alguns dos currículos dentro da plataforma como convidar candidatos para a realização de entrevistas gravadas. 

Os áudios dos vídeos são transcritos e o sistema realiza um cruzamento de informações ranqueado dos profissionais em relação ao termos mais desejados pelas empresas.

O negócio da Raízen é a energia proveniente da cana-de-açúcar. A empresa está envolvida desde o cultivo até a produção e venda de açúcar e etanol, a geração de bioenergia e a distribuição de combustíveis por meio da licença da marca Shell.

Com origem brasileira, conta com cerca de 29 mil funcionários e 15 mil parceiros de negócios espalhados pelo país.Também atua na Argentina e tem escritórios na América do Norte, Europa e Ásia.