Armindo Lins Netto. Foto: divulgação.

Nos últimos dois anos, a Tivit investiu R$ 15 milhões em sua oferta de cloud computing, dos quais R$ 5 milhões foram destinados somente em 2012 para ampliação do portfólio.

O investimento tem motivo: os serviços em nuvem já superaram a marca de R$ 100 milhões de faturamento para a companhia, e devem representar mais de 50% das novas demandas de gerenciamento de ambientes em 2013, segundo Armando Lins Netto, VP de Terceirização de Infraestrutura de TI e Sistemas Aplicativos da Tivit.

“Quatro de nossos cinco maiores clientes fazem uso de nossa nuvem, e isso nos encoraja a seguir avançando”, afirma o executivo.

Sobre a expansão do portfólio, Netto comenta que permitiu dividir a linha de serviços Tivit Cloud em dois focos.

O primeiro, focado em projetos de missão crítica e altos níveis de governança.

O segundo, voltado a projetos de pequeno e médio porte, com recursos de flexibilização sem exigência de abrir mão da camada de gestão.

Um foco importante, já que, segundo Netto, os projetos de médio porte deverão representar 25% do faturamento do mercado de serviços de TI nos próximos três anos.

Ao todo, a Tivit atua em infraestrutura de TI, sistemas aplicativos e BPO.

A empresa tem sede em São Paulo e 19 unidades em todo o país.

A carteira de clientes da companhia inclui 300 das 500 maiores empresas brasileiras, o que abrange bancos, seguradoras, indústrias de manufatura, concessionárias de serviços públicos e empresas de varejo, entre outras.