Vivo vai de Gemalto no NFC. Foto: divulgação.

A Vivo firmou um acordo com a Gemalto para a adoção de uma plataforma Trusted Service Manager (TSM), para a criação de uma solução de pagamento móvel via Near Field Communication (NFC).

Com a solução adquirida, a Vivo pretende ampliar seu portfólio de produtos para m-payment, com pagamentos feito através de cartões SIM que não exijam contato com a máquina.

Além disso, outros serviços também podem ser oferecidos, como emissões de passagens para transporte, além de transações financeiras entre usuários da solução.

Segundo destaca a Gemalto, a iniciativa reforça o novo posicionamento da Vivo em ser "telecom digital", e representa mais um passo rumo à democratização dos meios de pagamentos eletrônicos.

Em junho, a Vivo e a empresa holandesa de soluções financeiras já haviam firmado uma colaboração para a implementação de uma solução de cartões pré-pagos de débito pelo sistema "Europay, Mastercard & Visa" (EMV).

A parceria resultou no lançamento do Zuum, uma plataforma de pagamento destinada a clientes da Vivo, em que através do saldo pré-pago do telefone é possível ter uma espécie de conta bancária, com saques e pagamentos via cartão.

A Gemalto, uma empresa que em 2012 teve faturamento de € 2,24 bilhões, forneceu os serviços de personalização dos cartões pré-pagos e a execução e embalagem à prova de violações para os pontos de vendas.

No entanto, a Vivo não está sozinha no mercado de NFC. Em fevereiro, a Gemalto anunciou em parceria com o Itaú e a TIM um projeto semelhante pela plataforma TSM. Inicialmente, o piloto foi realizado em cerca de 100 restaurantes, cafés e lojas do Brasil.