Novas regras foram decididas no sexto andar. Foto: flickr.com/photos/stankuns

O governo federal mudou as regras para as compras públicas por meio de atas de registro de preços.

A partir de agora, as aquisições feitas nesse modelo não poderão ultrapassar 100% da quantidade registrada e o fornecedor ficará limitado a vender somente para mais cinco órgãos que aderiram à compra original.

De acordo com análise do site Convergência Digital, o governo cedeu às pressões do Tribunal de Contas da União, que havia apontado que diversos órgãos federais deixavam as compras para o final do ano e acertavam com os fornecedores a adesão em atas.