Edson Silva.

O Grupo Nexxera, especialista em transações eletrônicas e tecnologia para a área financeira, está investindo para entrar no mercado de big data, análise preditiva e inteligência de mercado, com a aquisição de 50% de duas empresas.

A mais chamativa é o Instituto Mapa, uma companhia tradicional no mercado de pesquisas de opinião catarinense, com 26 anos de atuação. 

A empresa fornece pesquisas eleitorais para os principais veículos de comunicação do estado, além de fazer pesquisas  como o Top of Mind e outros trabalhos por encomenda.

A segunda aquisição da Nexxera é uma startup especializada em tecnologia de análises preditivas chamada MrPredictions, sobre a qual a companhia faz mistério, sem revelar que são os sócios, os clientes ou mesmo a localização da empresa.

Em nota, a Nexxera afirma apenas que a empresa conta com "cientistas de dados reconhecidos no cenário nacional e internacional, com artigos científicos publicados no exterior, bem como uma sólida experiência profissional em transformar essas inovações em aplicações práticas".

Recentemente, a empresa divulgou um levantamento apontando que a personalidade com maior poder de influência em redes dos diferentes presidenciáveis, movimentos ideológicos e celebridades, uma mostra do que pode fazer daqui para frente.

"A aquisição de diferentes marcas neste momento crucial da nossa história vão ao encontro das nossas estratégias de negócio e corroboram com a visão de futuro da companhia”, afirma Edson Silva, presidente e fundador do Grupo Nexxera. 

O Grupo Nexxera tem sede em Florianópolis e unidades em Brasília, São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro, empregando um total de 300 pessoas. A empresa tem homologadas mais de 75 instituições financeiras e mais de oito adquirentes de cartão.

De acordo com informações publicadas no DCI, a atualmente dois milhões de pessoas físicas e um milhão de CNPJs têm contato com a tecnologia da Nexxera, seja direta ou indiretamente (como clientes ou fornecedores de clientes)

O faturamento da Nexxera fechou 2017 em aproximadamente R$ 100 milhões, representando alta de 22% ante 2016.