Alexandre Tibechrani, general manager da Ironhack no Brasil. Foto: divulgação.

A Ironhack, escola especializada no ensino de tecnologia e programação com dez campus em oito países, anunciou a chegada de Alexandre Tibechrani como o novo general manager no Brasil.

O novo gerente chega após a saída de Tiago Mesquita, que ficou no cargo por um ano e acaba de ser contratado pela fintech Creditas, atuando no México como gerente de desenvolvimento do negócio.

Tibechrani vem da Escola Britânica de Artes Criativas (EBAC), onde atuava como COO há três anos.

O executivo foi gestor por um ano na Altran Consulting e por oito na Metro Telworks, além de ser co-fundador da startup NearJob.  

Tibechrani, que começou a carreira como engenheiro de telecomunicações, também foi board member na Wishfashion Moda Feminina por quatro anos.

De acordo com a instituição de ensino, o novo gerente assume com a missão de liderar o projeto de expansão da marca no Brasil, iniciado no segundo semestre de 2019.

No ano passado, a empresa captou o seu segundo aporte, na ordem de US$ 4 milhões, em rodada liderada pelo JME Venture Capital.

Entre as prioridades do novo gestor, devem estar a criação de novas opçōes de financiamento dos cursos aos alunos e o aumento do número de contato com empresas para elevar da taxa de empregabilidade dos estudantes ao final dos bootcamps.

Segundo a escola, a taxa de empregabilidade no Brasil está atualmente em 90%, índice acima da média mundial da instituição. 

“O modelo de negócio das escolas que oferecem treinamento intensivo é fantástico. Muitas pessoas começam a se questionar sobre o custo benefício de estudar entre quatro e cinco anos em uma faculdade, sem necessariamente aprender tudo que o mercado espera dele”, ressalta Alexandre Tibechrani, general manager da Ironhack no Brasil.

Fundada em 2013 por Ariel Quiñones e Gonzalo Manrique, a Ironhack é uma escola de tecnologia com campus em Madri, Barcelona, Berlim, Munique, Paris, Amsterdã, Lisboa, Cidade do México, São Paulo e Bogotá.

Até o momento, a escola já treinou mais de 4 mil estudantes de 70 nacionalidades diferentes.

Na capital paulista, oferece turmas dos cursos de Desenvolvimento Web, UX/UI Design e Data Analytics.