Vivo comprou a GVT em 2014. Foto: divulgação.

A Vivo anunciou esta que pretende extinguir a marca GVT, empresa comprada em 2014 por cerca de R$ 22 bilhões, a partir do próximo dia 15 de abril.

Segundo destacou o CEO da Vivo, Amos Genish, em nota aos clientes da operadora, a mudança já inicia no dia 2 de abril, quando os sites de ambas as companhias deverão ser unificados.

O segundo passo da migração apontada por Genish, envolverá a mudança do código para a realização de ligações de longa distância, que mudará do 25 da GVT para o 15 da Vivo.

A fusão já estava sendo feita há alguns meses, com o pessoal da Vivo e da GVT se movimentando entre São Paulo e Curitiba, sedes das duas empresas respectivamente.

Além destas mudanças, todos os apps da GVT serão renomeados e que os clientes atuais da GVT terão descontos na hora de adquirir planos Vivo Móvel.

Ao assumir a operação da GVT, agora a Vivo planeja expandir a sua presença em telefonia e banda larga fixa, já largando com um market share nacional de 34,2%, atrás da Oi, que tem 34,7% do mercado.