A MV deu início à implantação do GPSi na Unimed Sete Lagoas. Foto: Divulgação.

A MV deu início à implantação do sistema gestor de planos de saúde integrado (GPSi) na Unimed Sete Lagoas, que tem 49 mil beneficiários.

Com restrições tecnológicas, ausência de informações estratégicas dinâmicas e outras limitações que faziam com que necessidades não fossem atendidas, a Unimed Sete Lagoas contratou a Salutar Consultoria para substituir a solução utilizada.

“Por meio de uma metodologia baseada nas melhores práticas de gerenciamento de projetos e desenvolvida em cinco grandes etapas de caráter eliminatório, foram selecionados 11 fornecedores e, depois de oito meses de avaliação com apuração de mais de 1,4 mil requisitos, a MV foi a empresa escolhida”, disse o consultor da Salutar, Claudiney Marinho. 

Com a implantação do GPSi, plataforma homologada pela Unimed Brasil, cerca de 120 colaboradores passarão a utilizar o sistema.

Com a mudança, a empresa espera eliminar trabalhos manuais, reduzir o tempo de execução de tarefas, acessar informações confiáveis, apoiar a tomada de decisões e garantir o cumprimento de prazos. 

“A expectativa é que possamos corrigir vários processos técnicos e funcionais que atualmente não são executados de forma adequada pela limitação do nosso sistema atual”, afirma o superintendente de Operações da Unimed Sete Lagoas, Renato Figueiredo.

No estado de Minas Gerais, a MV já conta com sete cooperativas Unimed em seu portfólio de clientes: Unimed Vale do Aço, em Ipatinga; Unimed Inconfidentes, em Ouro Preto; Unimed Centro-Oeste, em Pará-de-Minas; Unimed Alto São Francisco, em Formiga; Unimed Guaxupé, em Guaxupé; e Unimed Conselheiro Lafaiete, em Conselheiro Lafaiete.

Hoje, mais de 1 mil instituições e 375 mil usuários utilizam as soluções MV para a gestão de informações de saúde. 

A MV é uma das maiores empresas de software para saúde no país. Em 2014, a empresa alcançou receita líquida de R$ 161 milhões, uma alta de 20% frente ao ano anterior.

Sobre os resultados do ano passado, a MV afirma que "superou expectativas", mas só divulgou a receita bruta (R$ 175 milhões), o que não permite calcular crescimento percentual.