Rodrigo Martins, presidente da Via CSC. Foto: Divulgação.

A Via CSC, empresa lançada em janeiro a partir da fusão entre a Via Indicadores e a CSC.educ, recebeu um investimento da argentina YOPdev, que se torna nova sócia da empresa.

O acordo aportará R$ 1,5 milhão no desenvolvimento de uma nova tecnologia para a gestão de back-office. Além deste valor, a Via investirá mais R$ 2 milhões em novas contratações, marketing e produtos ao longo de 2018.

Voltada para pequenas e médias empresas no segmento de varejo, bares, restaurantes e instituições de ensino, a Via oferece uma plataforma para gestão de negócios e atende a 150 clientes. 

A companhia prevê dobrar o número de empresas atendidas em seu primeiro ano de existência. Em 2022, a companhia espera chegar a 3 mil clientes. 

Fundada em janeiro deste ano, a Via é resultado da fusão entre a Via Indicadores, que atende o varejo em geral, e a CSC.educ, dedicada a instituições de ensino. 

Hoje, a empresa conta com 92 funcionários e atende a nomes como Boali, DryWash e Grill Hall, no varejo, além de  Colégio Elvira Brandão e Colégio Oswald de Andrade no ramo educacional.

A Via oferece uma plataforma de gestão de back-office que atende a processos como contas a pagar, contas a receber, conciliações bancárias, gestão de recebíveis, recebimento fiscal, departamento pessoal & gestão de benefícios, contabilidade gerencial e relatórios gerenciais.

“Com a fusão, apresentamos ao mercado uma plataforma de serviço inovadora e queremos que mais empresas tenham acesso a essa novidade. Nosso objetivo é automatizar todos os processos para conseguir cada vez mais escala, estou confiante que 2018 será um ano promissor para nós”, afirma Rodrigo Martins, presidente da Via CSC.