Fabian Petrait, vice-presidente de administração e finanças da Softex. Foto: Divulgação.

Com o objetivo de ampliar sua capilaridade no Brasil, a Softex anuncia o credenciamento de dois novos agentes regionais, unidades que representam localmente a entidade, no estado do Paraná: a Central de Negócios de Tecnologia da Informação e Comunicação (Cenetic) e o Instituto Senai de Tecnologia da Informação e Comunicação (IST) de Londrina.

Dessa forma, a Softex passa a contar agora com 22 agentes regionais, distribuídos por 13 estados brasileiros, prestando apoio e orientação local às empresas de software e serviços de TI desde a sua preparação para o ingresso no mercado até o auxílio para exportação, internacionalização, obtenção de recursos financeiros e acesso a informações de inteligência de mercado. 

“Para podermos conferir mais competitividade e robustez às empresas nacionais é fundamental ampliar a nossa presença geográfica e, consequentemente, de nossos programas, sejam eles de estímulo à criação de novas empresas de base tecnológica, de qualidade de desenvolvimento ou de apoio à internacionalização”, afirma Fabian Petrait, vice-presidente de administração e finanças da entidade.

Segundo ele, os (APLs) de Software de Curitiba e de Londrina têm contribuído de forma decisiva para a promoção de um ambiente favorável ao desenvolvimento das empresas do setor de Tecnologia da Informação e Telecomunicação (TICs) e comprovaram o seu poder de articulação com a tripla hélice – iniciativa provada, governo e academia. Daí o nosso interesse em integrá-los ao Sistema Softex”, explica 

A CENETIC é uma associação civil sem fins lucrativos nascida do Arranjo Produtivo Local (APL) de Software de Curitiba e que tem por objetivo o desenvolvimento econômico setorial das mais de 60 empresas de TICs aderidas. Sua região de atuação abrange 29 municípios da grande Curitiba, reunindo 5.535 empresas de TI.

“Não tínhamos um Agente Softex em nossa região e por isso estávamos desprovidos dessa representatividade que tanto beneficia o setor. Agora agregamos valor à oferta que fazemos aos nossos associados ao viabilizarmos acesso a programas de fomento, capacitação, exportação, cursos, palestras e atividades de networking”, afirma Jandir Bianco Junior, presidente da Cenetic.

Contando com mais de 500 mil habitantes, o município de Londrina é o segundo maior do Paraná, possuindo atualmente 212 empresas de TIC. Na área de abrangência do APL de Londrina, que vai de Apucarana a Cornélio Procópio, são 1.170 empresas de TI com CNPJ ativo.

“Nossa entrada na rede de Agentes Regionais Softex permitirá consolidar a região como um importante polo de software no Brasil. Atuamos há três anos como instituição implementadora do Programa MPS.BR e tivemos um papel extremamente importante na transformação do Paraná em líder em avaliações de qualidade de desenvolvimento de software MPS no Brasil”, destaca Silvana Kumura, coordenadora de Serviços Técnicos e Inovação do IST Londrina.

A expectativa da Softex para os próximos 12 meses é credenciar mais um novo Agente Regional nas regiões sul e nordeste, preferencialmente em estados que ainda não contam com a presença de representantes da entidade.