SISTEMAS

Quantiq tem suporte Rimini para S/4

29/04/2021 12:12

Empresa é uma das primeiras a terceirizar o suporte do novo ERP da SAP.

Jessé Gusmão, gerente corporativo de TI da Quantiq.

Tamanho da fonte: -A+A

A Quantiq, uma das maiores distribuidoras de produtos químicos do Brasil, adotou o suporte terceirizado da Rimini para o seu sistema de gestão S/4 Hana da SAP no final do ano passado.

Até agora, a Rimini só fechou dois contratos desse tipo no Brasil, sendo o outro deles com os laboratórios Dasa. 

Para Jessé Gusmão, gerente corporativo de TI da Quantiq, a chave para tomar a decisão foi o fato do ERP estar “totalmente estabilizado”. 

A Quantiq foi uma das primeiras empresas a adotar o S/4 no Brasil, ainda em 2018, e tem o ERP rodando numa nuvem privada dentro da Azure.

“Queremos manter o ERP no transacional, onde a solução da SAP é das mais robustas e confiáveis que existem”, explica Gusmão, agregando que a ideia é agregar outros softwares especializados para outras funções, atuando de maneira integrada.

Dois exemplos são na área de relacionamento com clientes, na qual a Quantiq usa o software de CRM da Salesforce como front-end para todo o seu comercial, e na de planejamento de produção, na qual funciona o software GTplan, um líder no segmento químico.

A Quantiq era até 2017 controlada pela gigante petroquímica Braskem, que vendeu a empresa por R$ 550 milhões para a GTM Holdings, distribuidora de produtos químicos com atuação na América Latina.  

Foi a partir da venda, que gerou a necessidade de separar os sistemas de gestão, que a Quantiq tomou a decisão de adotar o S/4.

A companhia, fundada em 1991 pelo Grupo Ipiranga como Ipiranga Química, atua em mais de 30 segmentos de mercado, indo desde adesivos até lubrificantes, passando por borracha, farmacêutica e construção civil.

A Rimini está no Brasil desde 2011 e tem atualmente 120 clientes no país entre usuários SAP, Oracle e Salesforce, incluindo nomes como Algar Telecom S.A, Bombril, Cacau Show e CPFL Energia.

A companhia é líder no mercado de suporte terceirizado, com uma participação de 83% segundo o Gartner.

A conquista de clientes de suporte terceirizado para o S/4 Hana é estratégica para a Rimini.

Hoje em dia, a grande maioria dos clientes usa o ECC, a versão anterior do produto, e adere ao suporte terceirizado visando justamente postergar o investimento necessário para ir para o S/4.

A tese de investimento da Rimini é que os atuais do ECC devem usar o ERP no mínimo até 2030, quando se encerra o suporte da SAP.

Por outro lado, a SAP está empenhada em migrar os clientes para o S/4 Hana na nuvem e, apesar de ter prorrogado os prazos para o upgrade em 2020, também tem lançado iniciativas para tornar a decisão mais atrativa

Outro fator a se ter em conta é que os novos clientes SAP já entram para a base S/4 e formando um novo mercado potencial para a Rimini.

Veja também

INVESTIMENTOS
Rimini: fazer upgrade no ERP não compensa

Para CEO da Rimini, clientes SAP tem que evitar ao máximo a ida para o S/4. Ou nem ir.

COMPRINHAS
Iguatemi faz AMS com Rimini

Empresa de shopping centers já era cliente de suporte independente desde 2016.

BOLSO
Oracle: cliente chora sobre preço

Pesquisa da Rimini indica que para 97% o custo é o “principal desafio” do banco de dados.

CARREIRA
Mariotto assume cargo global na Rimini

Ex-SAP vai cuidar do atendimento dos clientes de suporte SAP na empresa.

ESCOLHA
Hypera Pharma fica no ECC com Rimini

Gigante farmacêutico não vai migrar para o S/4 Hana, última versão do ERP da SAP.

CONTRATOS
Rimini coloca pezinho no governo

Multinacional está oferecendo suporte terceirizado no TST, Câmara de Deputados e Apex.

ECONOMIA
RNA: suporte do SAP ECC é com a Rimini

Fabricante de molas quer cortar custos e optou por terceirizar o suporte do ERP.

SUPORTE
Rimini assume S/4 na gigante mexicana Nadro

É o primeiro contrato de suporte na América Latina para a última versão do ERP da SAP.

LUZ
Eletron Energy adota SAP Business One

Projeto foi entregue em cinco meses pela Alfa, uma parceira com foco no setor elétrico.

UTILITIES
Copasa faz upgrade para S/4 com DXC

Mais de 200 profissionais estão envolvidos no projeto da empresa de abastecimento.

LOGÍSTICA
Santos Brasil migra para o S/4 Hana

ERP agora roda na AWS. Projeto na operadora de contêineres é da Mignow, especializada no assunto.

AÇO
Gerdau Next adota SAP Business One

Software funciona integrado com o ERP mais parrudo da nave mãe.