CLT? Foto: flickr.com/photos/ameninadosolhos

Os funcionários contratados em regime CLT estão mais contentes no emprego do que os CLT Flex, que estão mais satisfeitos do que os PJs.

É o que aponta uma pesquisa com um número não revelado de profissionais de TI paulistas encomendada ao Datafolha pelo Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados e Tecnologia da Informação de São Paulo (Sindpd).

Dos funcionários contratados em regima CLT, 65% deles classificam suas companhias como ótimas ou boas e 60% aprovam os benefícios que recebem.

Já entre os funcionários PJs, o índice de satisfação com as condições de trabalho cai para 48%, enquanto 29% aprovam o plano de saúde oferecido e apenas 18% consideram a oferta de benefícios como boa ou ótima.

No modelo CLT Flex, em que parte da remuneração é recebida em dinheiro e parte em forma de benefícios, 56% dos profissionais de TI pesquisados avaliam as condições de trabalho como boas ou ótimas, 49% aprovam o plano de saúde e 31% aprovam os benefícios oferecidos.

Na média geral, 43% desaprovam as políticas de cargos e salários praticadas pelas empresas. É o motivo de maior descontentamento, já que apenas em relação às condições de trabalho, aos benefícios e a remuneração a insatisfação não passa de 21%. Do total, 39% dos profissionais não se sentem valorizados.