FUTEBOL

BRio vai de Totvs

29/05/2014 15:46

BRio e Inter vão de Totvs. Foto: Jefferson Bernardes/ Agência Preview/ Inter

Tamanho da fonte: -A+A

A holding Beira-Rio S/A (BRio), sociedade de propósito específico controlada pela construtora Andrade Gutierrez responsável pela administração de uma parte do Beira Rio pelos próximos 20 anos, acaba de adquirir um sistema de gestão da Totvs.

O anúncio acontece pouco mais de dois meses depois do Internacional, clube dono do Beira Rio, também anunciar a aquisição de ERP da Totvs. 

Com o ERP, a BRio controlará todas as informações de clientes e parceiros envolvidos com o Beira Rio por meio dos módulos: gestão de compras, gestão de vendas, gestão de contratos, gestão financeira, gestão fiscal e contábil.  

A ferramenta será integrada ao CRM utilizado pela BRio, que não foi revelado na nota de divulgação da Totvs, e portanto, deve ser de outra companhia.

A BRio cuida de 5 mil assentos VIPs, 55 skyboxes, 66 camarotes, praça de alimentação, lojas e espaços publicitários no novo estádio, como parte do pagamento pelos R$ 400 milhões investidos pela Andrade Gutierrez na reforma. 

“O sistema está nascendo com a empresa. A eficiência e a rentabilidade já são premissas desde o início”, explica Michal Oroczko Neto, coordenador de operações da BRio. 

Neto acredita que o sistema estará em pleno funcionamento logo após a realização da Copa do Mundo.

“Esses contratos são um indicativo de que a Totvs tem ferramentas para gerir todo o ecossistema dos novos estádios que estão surgindo no Brasil”, afirma o gerente de atendimento e relacionamento da Totvs Rio Grande do Sul, Marcos Lichtnow.

O Inter foi o segundo grande clube brasileiro a anunciar a aquisição de um software de mercado de ERP nos últimos meses. 

O primeiro foi o Palmeiras, que fechou em novembro do ano passado a compra do sistema para pequenas e médias Business One, da SAP.

Ambos clubes passam por um momento parecido, com grandes investimentos em estádios próprios que estão prestes a ser inaugurados com a expectativa de aumentar muito a receita – e a exigência dos torcedores em relação ao clube.

A profissionalização do futebol brasileiro está atraindo a atenção de fornecedores de software, de olho em um segmento com alta visibilidade.

Quem tem feito mais barulho sobre o assunto é a SAP, que além do contrato fechado com o Palmeiras, tem contratos com cinco clubes da Bundesliga, incluindo Hoffenheim, Bayern de Munique e Hertha de Berlim. 

Algumas aproximações da SAP já falharam, como com o Fluminense e o Grêmio [o clube gaúcho, seguindo a lógica implacável da rivalidade Grenal, provavelmente terá que reabrir conversas com a SAP, agora que o Inter fechou com a Totvs].

Com os fechamentos de contrato com Inter e BRio, a Totvs mostra que não é por não falar do assunto que não está no páreo.

Colaboraram com esta matéria:
Lucas

Veja também

E-COMMERCE
Netshoes com loja virtual do Internacional

E-commerce disponibiliza cerca de 1 mil produtos do clube porto-alegrense.

FUTEBOL
Netshoes patrocina River Plate

Contrato de US$ 1,2 milhões anual para expor a marca na manga da camisa, além do gerenciamento da loja virtual do clube.

ÍNDIO
Aimoré: o clube de futebol da TI

São Leopoldo Cidade Tecnológica reza a camisa do glorioso Índio Capilé.

VIP PREDICTOR
Bolão da Copa usa Azure

Para internacionalizar o negócio, a plataforma contará ainda com apps para Windows Phone e para Windows 8 e 8.1 até o final do ano.

FUTEBOL
SPFC cria diretoria comercial

Novo diretor já fechou uma parceria com o Villa Di Phoenix Sports Bar para atuação no Morumbi.

ENTRETENIMENTO
Flamengo terá quiz com Qranio

Qranio é um quiz game de educação e entretenimento que tem mais de 1 milhão de usuários.