Maurício Cascão, CEO da Mandic.

A Mandic abriu duas novas posições de diretoria no seu organograma, passando a totalizar cinco, para incluir os dois fundadores da Rivendel, adquirida em fevereiro.

Bruno Pereira, que era CEO da Rivendel, agora assume como diretor de Inovação, e Bruno Almeida, ex-COO da Rivendel, é agora diretor de Produtos.

A movimentação denota a importância da compra da Rivendel, uma companhia de serviços gerenciados de computação em nuvem com ênfase em lean, devops e análise de dados, três dos temas quentes do momento.

Antes da reorganização, a Mandic mantinha três diretorias, sendo uma delas de RH. Em termos práticos, a nova Mandic é meio Mandic meio Rivendel. 

“A Rivendel tem a inovação como um de seus principais pilares e estou muito satisfeito em trazer esse DNA para a Mandic Cloud. Espero contribuir ativamente para a expansão da empresa e acelerar o seu crescimento como referência nesse mercado”, explica Pereira. 

"Com a união dos times, estou confiante que seremos líderes do mercado de Cloud&DevOps da América Latina", agrega Almeida.

A Rivendel já atendia 100 clientes, incluindo nomes como Nextel, CVC, Natura e Nubank.

A Mandic tem colocado suas fichas na prestação de serviços em nuvem.

Em junho do ano passado, a empresa anunciou a aquisição de toda a área de prestação de serviços de nuvem da Ascenty, maior empresa de infraestrutura de data center do Brasil.  

Com sede em São Paulo, a Mandic tem filiais em Curitiba, Porto Alegre e Rio de Janeiro. A empresa tem 13 mil clientes, 6 mil servidores, mais de 1 milhão de contas de e-mails e 200 profissionais especialistas em cloud computing.