Baguete
InícioNotícias> Thales e BRToken se unem no e-commerce

Tamanho da fonte:-A+A

SEGURANÇA NAS COMPRAS

Thales e BRToken se unem no e-commerce

Lucas Moura
// segunda, 29/07/2013 16:24

Em parceria oficializada nessa segunda-feira, 29, a Thales e a BRToken anunciaram a implementação da solução em segurança nShield ao sistema SafeCORE.

Solução da Thales será usada em programa da BRToken. Foto: flickr.com/photos/79018998@N04


Desenvolvido pela BRToken, o SafeCORE é usado para implementar o sistema de tokens da empresa aos aplicativos de seus clientes.

Com a introdução do nShield, agora o transporte de dados receberá mais uma camada de segurança por meio dos módulos de segurança de hardware, ou HSMs. O aparelho é conectado na rede de sua empresa e é acessado somente por aplicativos autorizados.

Dentro dele, estão armazenadas as chaves de assinatura digital. Se pode, por exemplo, armazenar a assinatura digital de certas ações de um caixa eletrônico e só se comunicar com ele quando necessário.

Ao se utilizar as HSMs, as chaves e aplicativos são transportados por meio de um canal mais seguro. A Thales promete uma maior proteção de seus dados até em ambientes com muitas ameaças.

Além de implementar nas atuais soluções oferecidas pela BrToken, a parceria também inclui novos produtos, que serão lançados nos próximos 12 meses e terão integração completa ao sistema de HSMs da Thales.

“Esta iniciativa resultará em soluções robustas e de alta confiabilidade que proporcionarão aos clientes segurança de informações críticas em nível muito apropriado ao atual cenário de ameaças”, aponta Paulo Veloso, diretor da Thales e-Security no Brasil.

A BRToken tem participação no mercado nacional, com suas soluções de segurança em grandes bancos do país. Além disso, ela lançou o primeiro token ótico que permite autenticação de transações.

Já a Thales atua nos segmentos de defesa, segurança, aeroespacial e transportes. No último ano, a companhia chegou a receita de 14.2 bilhões de euros. A divisão Thales e-security tem suas soluções em segurança em 80% das transações feitas ao redor do globo.