Marcelo Pedro, CEO da Vita IT. Foto: divulgação.

Um grupo de cinco ex-colaboradores da Telsinc acaba de fundar em São Paulo a integradora de TI Vita IT, com a meta de faturar R$ 20 milhões até o final do ano.

A oferta da companhia inclui um centro de operações de rede (NOC, na sigla em inglês), além de produtos de networking, mobilidade, colaboração, data center, automação e segurança da informação de parceiros como Cisco, Fluke Networks, Niksun e Centrify.

“Queremos nos posicionar como um trusted advisor, ou seja, exercer um papel importante nas decisões sobre o investimento em determinada solução e mostrar tendências, fazer com que nossos clientes direcionem o seu orçamento de TI de maneira otimizada”, afirma Marcelo Pedro, CEO da empresa.

Pedro, que atuou diretor de desenvolvimento de negócios do Gartner pelos últimos três anos, depois de sair da Telsinc, onde foi gerente gerente geral de vendas por sete anos, destaca esse tipo de atuação está “diretamente ligado a trajetória profissional de quem presta o serviço”.

Também compõem o time de sócios Flávio Paiva, ex-diretor de vendas de Service Provider da Telsinc e diretor comercial da Getronics; André Chagas, ex-gerente de contas enterprise da Sonda; Rodrigo Borges, ex-gerente de planejamento da Sonda Telsinc e Mauricio Zucchini, ex-gerente de serviços da Sonda Telsinc.

Os planos da empresa passam por estruturar uma operação em Porto Alegre em 2014, quando a Vita IT projeta já ter um fluxo de caixa assegurado do negócio paulista – da receita prevista para este ano, R$ 6 milhões serão de serviços recorrentes.

Pedro é conhecedor do mercado local, onde ajudou a estruturar a operação da Telsinc em 2008.

“Temos uma boa noção das necessidades dos clientes, já seja em órgãos públicos ou nos grandes grupos empresariais”, afirma o executivo, destacando o objetivo é estruturar uma equipe com profissionais locais.