EDTECH

Duolingo é avaliada em US$ 5 bi na Nasdaq

29/07/2021 17:23

A empresa captou US$ 521 milhões com a venda de cerca de 5,1 milhões de ações.

Severin Hacker e Luis von Ahn, fundadores do Duolingo. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

O Duolingo, aplicativo voltado ao ensino de idiomas, atingiu US$ 5 bilhões em valor de mercado ao lançar sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na Nasdaq, em Nova Iorque.

A empresa fechou o valor de sua ação a US$ 139 no final do pregão, o que corresponde a uma alta de 36% em relação aos US$ 102 propostos inicialmente.

No total, a companhia captou cerca de US$ 521 milhões com a venda de cerca de 5,1 milhões de ações e, com o valor conquistado, o Duolingo visa pagar gastos corporativos, fazer aquisições e investir em outros negócios.

Agora, como empresa de capital aberto, a empresa afirma que pretende continuar contratando os melhores talentos do mercado e aumentar a equipe para apoiar seu desenvolvimento.

Em seu documento de registro na SEC, órgão norte americano similar à CVM, a empresa se descreve como “plataforma de aprendizado móvel”, o que indica planos de expansão para além do segmentos de idiomas.

Isso já começou a ser feito com o Duolingo ABC, aplicativo lançado em 2020 para apoiar crianças em fase de alfabetização.

Fundada em 2011, a Duolingo conta com um time de mais de 400 pessoas e oferece cursos em mais de 40 idiomas.

A companhia teve receita de US$ 55 milhões no primeiro trimestre de 2021, alta de 96% em comparação a 2020. No período, a empresa registrou 40 milhões de usuários mensais ativos, alta de 20%.

Veja também

TELECOM
Unifique levanta R$ 818 milhões em IPO

A catarinense será o primeiro provedor regional de fibra óptica a estrear na B3.

FINTECHS
PicPay compra Guiabolso

Em aposta no mercado de open banking, transação pode chegar a R$ 200 milhões.

DADOS
Neogrid investe R$ 7 mi na Horus

Valor foi pago por 24% da startup. Intenção é comprar o controle da empresa em 18 meses.

FINTECH
PagSeguro vai comprar o Banco BV?

Fontes do Brazil Journal e do Valor Econômico confirmam negócio bilionário. A empresa nega.

E-COMMERCE
VTEX abrirá capital em Nova Iorque

Fontes ouvidas pelo Brazil Journal falam de uma captação de até US$ 500 milhões.

CAPITAL
Ebanx levanta US$ 430 milhões

Depois do Nubank levantar uma bolada, chega a vez da fintech de Curitiba.