Aos 40kg, o iPhone 6 Plus começou a dobrar. Foto: Consumer Reports.

Depois dos relatos sobre o iPhone 6 Plus ficar curvado ao passar algum tempo no bolso da calça, do vídeo que testava a “flexibilidade” do aparelho e do depoimento da Apple dizendo que apenas nove clientes entraram em contato com a empresa para reclamar de alguma curva no smartphone, o Consumer Reports resolveu fazer um teste para avaliar a questão.

A equipe aplicou índices variados de peso e de pressão a alguns telefones, incluindo o iPhone 5, 6, e 6 Plus. 

O teste constatou que o iPhone 6 foi o primeiro a dobrar, com 31kg (70 lb), juntamente com o HTC One. 

Aos 40kg, o iPhone 6 Plus começou a dobrar. 

Para o iPhone 5 e LG G3 cederem, foi preciso um peso de 58kg. 

O Samsung Galaxy Note 3 conseguiu lidar com a maior pressão e não dobrar nada até a aplicação de 68kg.

Alguns críticos do estudo do Consumer Reports dizem que o problema de flexão dos novos dispositivos da Apple não ocorre no meio do telefone - onde a pressão foi aplicada na pesquisa. Em vez disso, o problema está ocorrendo no topo de um terço dos dispositivos, perto dos botões de volume. 

Consumer Reports é uma revista americana publicada mensalmente pela Consumers Union desde 1936. Sem publicidade, a revista paga por todos os produtos que testa. A publicação tem cerca de 7,3 milhões de assinantes e é muito respeitada por seus testes.