Luis Lamb. Foto: Ramon Moser/UFRGS

Luís Lamb, diretor do Instituto de Informática da UFRGS, foi nomeado pró-reitor de Pesquisa da universidade federal gaúcha nesta quinta-feira, 29.

O cargo foi transmitido durante uma sessão solene na qual assumiu o comando da universidade para o quadriênio 2016-2020, liderada pelo novo reitor Rui Vicente Oppermann.

Com a saída de Lamb, a tendência é que o INF seja assumido pela vice-diretora, Carla Maria Dal Sasso Freitas, também professora da UFRGS.

“Minha meta é aumentar a internacionalização e a proximidade com a pesquisa aplicada dentro da UFRGS”, adianta Lamb.

Lamb é um “prata da casa” na UFRGS, tendo sido o primeiro graduado do curso de Informática da instituição a assumir o comando do Instituto de Informática, ainda em 2011.

Antes, foi vice-presidente por cinco anos. Egressos do Instituto já fundaram mais de 100 empresas, algumas delas entre as maiores do segmento de TI do Rio Grande do Sul.

Lamb é professor titular da UFRGS e tem mestrado em computação pela UFRGS e PhD pelo Imperial College London.

É co-editor-chefe da Revista de Informática Teórica e Aplicada e suas áreas de pesquisa incluem inteligência artificial, computação neural e cognitiva.

De acordo com o ranking QS Latin American University Rankings, a UFRGS está na 12ª posição entre as 300 universidades da região. 

Entre as universidades brasileiras, a UFRGS ocupa a sétima posição.

A listagem é calculada com base  indicadores de reputação acadêmica, citações em artigos, produção de artigos, proporção de docentes com doutorado, impacto na web e número de estudantes.  

Os melhores indicadores da UFRGS são em produção de artigos (4º lugar)  e impacto na web (3º lugar), neste item são considerados os repositórios digitais e a posição no Webometrics, ranking liderado na região pelo Lume da UFRGS.