Luciana Coen, diretora de Comunicação e CSR da SAP Brasil.

A SAP Brasil acaba de lançar uma campanha interna de voluntariado, com o objetivo que cada um dos seus 1,1 mil funcionários faça pelo menos 1 hora de trabalho voluntário em uma das 10 instituições parceiras pela multinacional alemã no país.

O objetivo do SAP PotentiALL 100 por 100 é impactar 100 mil vidas em 10 projetos de ONGs que já são parceiras nos projetos de responsabilidade social da empresa. 

O trabalho não precisa ser de cunho necessariamente tecnológico, incluindo também mentoria de negócios e de futuros profissionais, gestão de fornecedores, marketing, diversidade e inclusão, finanças e outros.  

A filial brasileira quer ter uma das 10 maiores iniciativas de Responsabilidade Social da SAP no mundo. 

“Neste momento, quando muitos dos nossos funcionários seguem em isolamento social e trabalhando remotamente, participar de projetos tão inspiradores como estes foi uma necessidade que veio dos colaboradores e contribui para uma sensação de pertencimento e bem estar que vai muito além da vida profissional”, afirma Luciana Coen, diretora de Comunicação e CSR da SAP Brasil.

Em todas as operações da SAP no mundo, os funcionários podem doar 8 horas anuais de trabalho para apoiar alguma instituição. 

Nos últimos anos, a empresa vem incentivando que, além da doação de horas, os profissionais se dediquem ao voluntariado baseado em habilidades (skill-based ou pro-bono), que contribui para aprimorar a gestão ou algum processo das instituições apoiadas para ampliar a profissionalização ou responder a um desafio de operação.

As ações apoiadas pela SAP no Brasil vão desde a Fundação Amazonas Sustentável, onde o foco é o desenvolvimento sustentável de negócios na floresta, até a Junior Achievement, onde a empresa ajuda numa competição de aplicativos, passando pela Rede Asta, uma ONG focada em artesanato, onde o apoio é focado no desenvolvimento de e-commerce.