PANDEMIA

Empresas pedalam volta ao escritório

29/09/2021 08:51

Metade dos ouvidos em um estudo da KPMG deixou retorno para 2022.

Mais um ano vai, mais um ano vem e o coronavírus sempre tem. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

Muitas empresas vão deixar a volta para os escritórios para algum ponto em 2022. 

Pelo menos, é o que aponta uma pesquisa da KPMG com 287 empresas brasileiras de diversos setores, na qual a metade disse que deve retornar ao trabalho só em 2022.

Do total de respondentes, 40% deram como provável prazo o primeiro semestre de 2022. Outros 8% falaram no segundo semestre. A outra metade é mais otimista e está apontando para o segundo semestre de 2021 (o que, agora mesmo, são os próximos dois meses).

A título de comparação, na edição anterior da pesquisa, publicada em abril, a expectativa de retorno aos escritórios era a seguinte: 39% no segundo semestre de 2021, 34% apenas no próximo ano e 27% no primeiro semestre de 2021.

“A nova edição da nossa pesquisa evidencia que ainda há um ambiente de insegurança dos executivos para o retorno pleno dos profissionais aos escritórios, processo de deve ocorrer de forma ainda gradual. Algumas variáveis surgiram, como o aparecimento de novas cepas e, por isso, a decisão sobre o retorno parece que está sendo postergada”, afirma Jean Paraskevopoulos, sócio-líder de Clientes e Mercados da KPMG no Brasil e na América do Sul.

A incerteza quanto ao futuro faz parte da pandemia desde o começo, como indicam os sucessivos atrasos nos prazos de volta para os escritórios desde o começo da crise, em março de 2020.

Algumas empresas inclusive pararam de fazer previsões: depois do terceiro adiamento, em setembro deste ano, a Microsoft desistiu de oferecer um novo prazo.

De qualquer forma, uma volta aos escritórios não significa uma volta 100% à velha rotina. Só 14,6% dos pesquisados disseram que não ofereceram mais a possibilidade de home office.

As outras respostas foram sim, três vezes por semana (28,9%); sim, duas vezes por semana (28,5%); sim, cinco vezes por semana (11,5%); sim, quatro vezes por semana (9%); sim, uma vez por semana (7,3%).

Perguntados se a empresa reduziu o espaço físico durante a pandemia e, se, com a vacinação, pretendem retomar o espaço anterior, as respostas dos executivos foram as seguintes: não (48,4%); sim, reduzi, mas pretendo manter o espaço atual (39%); sim, reduzi, mas espero retomar o espaço anterior (12,5%).

Veja também

CRÉDITO
Fundacred cria plataforma de vestibular digital

Desenvolvida pela Brivia, a solução é gratuita para as conveniadas da fundação.

REALIDADE
Home office: full time, sem equipamento ou ajuda

Pesquisa aponta qual é a situação dos funcionários em home office no Brasil.

OFF
SumUp dá um mês de férias extra

Funcionários com mais de três anos de casa podem pedir 30 dias a mais.

CURTO
Keynotes do SAP Now terão 20 minutos

Formatos dos eventos digitais estão mudando para se adequar aos gostos do público.

PRODUTIVIDADE
BB aprende a lidar com excesso de informação

Empresa de treinamentos foca em ajudar empresas a trabalhar melhor com softwares.

DIGITAL
RNI vende imóveis 100% on-line

Incorporadora investiu R$ 1 milhão em solução de e-commerce da Accurate Software.