Flagra do larápio nas câmeras da Medialine. Foto: reprodução.

Detido nesta quarta-feira após uma tentativa de furto na ITS Group, empresa de TI em Porto Alegre, Daniel do Nascimento, o falso surdo-mudo suspeito de invadir empresas para roubá-las, teve sua prisão preventiva negada e decretada pouco tempo depois.

Mesmo pego no ato, após tentar roubar um iPhone de uma funcionária da empresa, e levado até a 3ª DP, onde foi autuado em flagrante, a 5ª Vara Criminal do estado decidiu por continuar o processo com o suspeito em liberdade, segundo explicou o delegado da 3ª DP, Marcos Machado.

"Chegamos a encaminhar o suspeito ao Presídio Central, e mesmo com todas estas provas, tivemos o pedido de preventiva negado pelo juiz. Estou tão perplexo quanto vocês", afirmou o delegado.

O caso foi repassado para a 2ª Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA), onde a delegada Raquel Dorneles fez a solicitação de prisão preventiva, alegando que o suspeito já respondia por outros quatro casos.

Na madrugada desta quinta-feira, segundo informações da Justiça do estado, Daniel do Nascimento teve a sua prisão preventiva decretada.

LARÁPIO

Além da ITS, nas últimas semanas o falso surdo-mudo invadiu a Medialine e a Dueto, conseguindo roubar telefones celulares de colaboradores das empresas.

Segundo a polícia, Daniel é suspeito de, pelo menos, 50 ataques a empresas na zona norte da capital.