A maioria das empresas são do setor de TI. Foto: flickr.com/photos/feuilllu.

A Revista Amanhã e o Instituto Great Place to Work (GPTW) divulgaram, nesta quinta-feira, 28, o resultado da pesquisa Melhores Empresas para Trabalhar no Rio Grande do Sul.

Estão listadas 35 companhias, 14 delas do setor de TI.

Na categoria Grande Empresa, na qual foram escolhidas 10 empresas com mais de mil funcionários, a líder foi a Dell, multinacional com um centro de desenvolvimento no Tecnopuc e área administrativa e comercial em Eldorado do Sul. 

Em Médias Empresas, foram listadas 25 empresas. Mais da metade delas (13) são do setor de TI.  

A lista com colocação é a seguinte: Thoughtworks (3), Ilegra (5), SAP Labs Latin America (9),  Metadados (10), E-Core (15), Focco (16), Service IT Solutions (18), Gvdasa Sistemas (19), Delta Easy Solutions (20), Kinghost (22), AEL Sistemas (24) e DBC Company (25).

Veja abaixo os rankings gerais:

Grande Empresa:

1) Dell

2) John Deere Brasil

3) Navistar Mercosul

4) Suspensys Sistemas Automotivos

5) Sesc/RS

6) Hospital Moinhos de Vento

7) Lojas Pompéia

8) Comercial Buffon

9) Agrade S/A

10) Camera Agroalimentos S/A

 

Empresas de médio porte:

1) Jost Brasil

2) Ecosul

3) Thoughtworks

4) Guarida Imóveis

5) Ilegra

6) Bebidas Fruki

7) Unimed Missões/RS

8) Marelli AmbienteS Racionais

9) SAP Labs Latin America

10) Metadados

11) Fundimisa Fundição e Usinagem

12) Imed

13) Ligbrasil

14) Egali Intercâmbio

15) E-Core

16) Focco Sistemas de Gestão

17) Kley Hertz Indústria

18) Service It Solutions

19) Gvdasa Sistemas

20) Delta Easy Solutions

21) Companhia Athlética Porto Alegre

22) Kinghost 

24) AEL Sistemas 

25) DBC Company 

 

COMO FUNCIONA

Para participar, cada empresa preenche um formulário disponibilizado pelo GPTW e se submete a um processo de avaliação. 

Tudo começa com dois questionários – um respondido pelos funcionários e outro, pelos gestores da área de RH. 

Ambos diagnosticam como as empresas lidam com as nove práticas culturais que o GPTW considera essenciais: inspirar, falar, escutar, agradecer, desenvolver, cuidar, contratar e receber, celebrar e compartilhar. 

A etapa que contempla as questões respondidas pelos gestores é conhecida como Culture Audit e tem pelo de 33% na nota final da empresa. 

Já a etapa respondida pelos funcionários se chama Trust Index e corresponde a 62% da avaliação. 

Finalmente, há uma fase formada por duas questões abertas e dissertativas – nas quais os empregados podem fazer comentários e que têm peso de 5%. Todas as etapas são realizadas de forma voluntária. 

Para as empresas que participam da pesquisa e desejam aprimorar suas práticas de gestão de pessoas, o GPTW disponibiliza um sumário executivo com os principais achados das respostas. Aquelas que preferem podem, ainda, contratar serviços mais completos de diagnóstico e aprimoramento do seu clima organizacional.