Carlos André saiu da Software AG.

Depois de apenas 10 meses no cargo, Carlos André deixou a presidência da Software AG no Brasil.

Segundo informa a CRN, Na próxima segunda-feira, 04, assumirá interinamente o comando da operação brasileira Mark Rhoden, vice presidente de vendas para a região EMEA, que inclui Europa, África e Oriente Médio.

Ainda não há um substituto definido para André, que não informou um novo destino.

A Software AG não consegue encontrar o pé no Brasil, país que responde por 6% do faturamento global da companhia, que chegou 2011 em 1,09 bilhão de euros. A subsidiária brasileira é quarta maior do grupo, atrás apenas da matriz alemã, dos Estados Unidos e da Inglaterra.

André, um executivo com 20 anos de experiência que já havia liderado a operação brasileira de empresas multinacionais de TI como PeopleSoft, AT&T, Oracle e Novell, foi antecedido no cargo por Antony Foley, que esteve interinamente no cargo por 18 meses.

A meta de André quando da sua contratação era posicionar a empresa como uma das grandes da área de TI no Brasil, com meta de crescer entre 10% e 15% no mercado local.