A AGCO contratou a Stefanini para criar uma nova solução digital para a equipe de vendas. Foto: Divulgação.

A AGCO, multinacional com foco em desenvolvimento, fabricação e distribuição de equipamentos agrícolas, contratou a Stefanini para criar uma nova solução digital para a equipe de vendas.

Para desenvolver a solução para a AGCO, foi aplicado o método Stefanini Dive, que contempla uma abordagem imersiva no cliente ao longo de cinco dias. 

Neste período, equipes da Stefanini e da fabricante trabalharam de maneira colaborativa e com metodologias de Design Thinking, Design Sprint e Lean Startup, desde a concepção da dificuldade até a entrega de um protótipo validado da ferramenta desenvolvida.

A área comercial da AGCO necessitava de um catálogo on-line que pudesse ser navegado durante uma visita na fazenda do cliente para facilitar o processo de vendas. 

“Oferecemos inúmeros implementos agrícolas, produtos com variadas configurações. O principal desafio foi justamente a identificação da melhor solução para o nosso problema. Nesse sentido, a abordagem Dive da Stefanini foi fundamental, pois participaram pessoas de diferentes áreas de negócio da AGCO e os parceiros nas concessionárias”, afirma Juarez Poletto Junior, gerente de aplicações para América do Sul da AGCO.

Durante esse processo, a empresa identificou diversos requisitos que não haviam sido levantados, como a necessidade de uso offline do aplicativo e um suporte para usuários com pouco conhecimento nos produtos.

“Apoiamos o cliente em todo o ciclo de vida da solução, desde a concepção até o lançamento. O mais importante é que atuamos juntos, compartilhando riscos, na busca de uma solução que auxiliasse o cliente em seu objetivo de negócio. Com esse trabalho em equipe, foi possível chegar a resultados rápidos, com o lançamento da solução digital para o seu time de vendedores”, afirma Breno Barros, diretor de inovação & negócios digitais da Stefanini.

Com a solução, a AGCO pode realizar ações como a customização de orçamentos em tempo real e precificação mesmo em ambiente sem a conexão com a internet.

“A nova ferramenta digital suporta a força de vendas das concessionárias, proporcionando uma navegação rápida pelo catálogo de implementos agrícolas, a criação de cotações e facilitando o processo de venda dos produtos. Esperamos expandir o modelo para outras linhas de produtos, tais como colheitadeiras, pulverizadores e tratores”, destaca Poletto Junior.

Nos últimos anos, projetos de tecnologia iniciados pela operação brasileira da AGCO tem sido replicados na operação mundial da companhia.

Em 2015, a multinacional de máquinas agrícolas implementou globalmente uma solução de gerenciamento de ciclo de vida de aplicações (ALM) a partir do exemplo de sucesso do projeto da subsidiária latino-americana, capitaneado por profissionais brasileiros.

O processo começou em 2013, quando o time de TI da da AGCO em Canoas decidiu substituir o Sharepoint da Microsoft pela suíte de aplicativos da Atlassian para coordenar o seu desenvolvimento de software, com consultoria da E-Core, de Porto Alegre.

Já em 2016 a AGCO dos Estados Unidos fechou um projeto de implementação do software de análise de dados Qlik com a gaúcha iMaps, em uma iniciativa que também deu seus primeiros passos na operação do Rio Grande do Sul.

A iMaps entrou no circuito por meio de quatro projetos com a tecnologia realizados desde 2013 para a AGCO América do Sul.

A AGCO fabrica equipamentos agrícolas em seis fábricas no Brasil e também uma na Argentina para o mercado sul-americano. A companhia é dona de marcas como Massey Ferguson, Valtra, Challenger, Fendt e GSI.