Moderninha é o novo produto da Pagseguro. Foto: divulgação.

O Pagseguro, empresa de meio de pagamentos do UOL, quer intensificar a sua participação no segmento com o lançamento da Moderninha, seu novo equipamento de pagamento com cartão de débito e crédito. Para isso, o novo produto não inclui taxas de adesão nem cobrança de aluguel.

Com o novo produto, a empresa mira oportunidades junto a pessoas físicas e jurídicas de pequeno e médio porte, com uma solução indepedente de seu produto anterior para este segmento, que envolvia o uso de um leitor de cartões acoplado a um smartphone.

“Além de trazer benefício para o vendedor, que utiliza a Moderninha para realizar vendas com agilidade, segurança e baixo custo, proporcionamos também segurança ao comprador, que tem a garantia de que seus dados estão protegidos”, afirma Juan Fuentes, diretor do PagSeguro.

De acordo com o PagSeguro, o novo produto dispensa o uso de celular e tablet, pois toda tecnologia está embarcada no próprio aparelho, incluindo um chip GPRS de comunicação de dados já fornecido pela empresa. 

Em setembro do ano passado, o PagSeguro fez uma de suas primeiras investidas para levar sua tecnologia de cartões para micro e pequenos empresários, lançando seu leitor de cartões para smartphone, vendendo-o por R$ 199,00. 

Embora não cobre taxa de adesão nem mensalidade, o comerciante precisa desembolsar R$ 478,90. O produto pode ser pago em doze vezes de R$ 39,90. Além disso, o Pagseguro cobra um percentual sobre cada transação efetuada na máquina.

O plano do PagSeguro com a nova oferta é atrair varejistas, taxistas, lojistas, cabeleireiros, consultores de beleza, personal trainers, dentistas e comerciantes de variados setores, entre outros.

Entretanto, outras empresas também estão de olho nesta oportunidade. Na concorrência estão nomes como PayPal, que chegou no Brasil no ano passado, e a iZettle, companhia de pagamentos do Santander, que também lançou seu leitor de cartões para smartphones.