Patrick Hruby.

Patrick Hruby, ex-vice-presidente de vendas para pequenas e médias empresas na América Latina do Facebook, será o novo presidente do Grupo Movile, companhia que reúne marcas quentes como iFood, Wavy, PlayKids, Sympla, Zoop e MovilePay. 

Com a movimentação, o co-fundador e CEO até então, Fabricio Bloisi, passa para o conselho de administração do grupo, ao mesmo tempo em que segue como CEO da iFood, empresa de entregas que é a mais conhecida do grupo.

Hruby havia sido contratado em agosto do ano passado para um programa de “executive in residence” na Movile. Na época, a Movile divulgou que o executivo seria  preparado para assumir uma posição na diretoria da empresa, não exatamente o cargo de CEO.

O executivo acumula 14 anos de experiência em empresas do Vale do Silício, sendo sete no Google e sete no Facebook. 

"A Movile continuará investindo em seu ecossistema de tecnologia e inovação no Brasil, que será nossa plataforma para avançar para a América Latina e futura consolidação global", reforça Hruby. 

As expectativas em torno da Movile são grandes. Em julho de 2018, a Movile recebeu um aporte de investidores de US$ 124 milhões, o maior da sua história.

O montante foi investido na empresa por dois de seus principais acionistas, os fundos Naspers Ventures e o brasileiro Innova Capital – este último mantido por Jorge Paulo Lemann, o homem mais rico do Brasil.

Em 2017, os dois fundos já tinham liderado duas rodadas de investimento na empresa: em junho, o aporte foi de US$ 53 milhões e, em dezembro, chegou a US$ 82 milhões. 

Somando as três rodadas, o valor representa quase 70% dos US$ 375 milhões já levantados pela Movile em seus oito anos.

Os números não contam os aportes no iFood, que já giram em outro nível: em novembro de 2018, a companhia recebeu US$ 500 milhões.