Red Hat investe no storage. Foto: divulgação.

A Red Hat, desenvolvedora de softwares open source e distribuições Linux, fechou a compra da Inktank, desenvolvedora norte-americana de sistemas de armazenamento de código aberto por US$ 175 milhões.

Segundo destaca o site TechCrunch, a Red Hat pretende combinar o software carro chefe da Inktank, o Ceph Enterprise, com sua solução de storage baseada em GlusterFS, sistema de arquivos que é a base do Storage Software Appliance da Red Hat.

O Ceph é um sistema que foi criado como  um substituto para sistemas de armazenamento legado, atuando como uma alternativa às soluções da Amazon Web Services, permitindo que os provedores de serviços e empresas possam construir sua própria oferta de armazenamento.

Segundo Brian Stevens, CTO da Red Hat, a aquisição da Inktank contribuirá para a "criação de uma comunidade vibrante que colaborará para fazer o open source a esolha para storage definido via software".

"A força destas tecnologias oferecerá capacidades atrativas para consumidores que mudarem para sistemas de armazenamento escaláveis via software", completou Stevens.

Conforme destaca a Red Hat, o acordo vai estabelecer a companhia como o maior provedor de storage gerenciado via open source. Conforme analistas, esta é a nona aquisição da Red Hat nos últimos anos, e uma das maiores.

A maior compra da empresa nos últimos anos foi a da revenda de middleware em cloud JBoss por US$ 420 milhões. A compra da Inktank figura ao lado de empresa como a Gluster, que foi arrematada por US$ 136 milhões.

O maior valor pago pela Red Hat por uma empresa, entretanto, foi o de US$ 674 milhões, na compra da Cygnus Solutions em 1999.

A Inktank, empresa de San Francisco que levantou cerca de US$ 14 milhões em investimentos desde sua fundação em 2012, tem clientes como Cisco, CERN and Deutsche Telekom, assim como parcerias com grandes como Dell and Alcatel-Lucent.