Espaço localizado na Faria Lima, tem 500 metros quadrados. Foto: Divulgação

Na última terça-feira, 29, a Samsung inaugurou seu primeiro centro de treinamento para desenvolvedores em São Paulo. Localizado na Av. Faria Lima, o novo centro, que integra o programa Ocean, ocupa 500 metros quadrados de um andar inteiro dentro de um prédio comercial.

O plano da empresa é atrair estudantes, desenvolvedores e interessados para capacitá-los a atuarem com desenvolvimento de aplicativos para Android. Na versão intensiva, o programa vai contar com as plataformas Tizen (sistema operacional da própria fabricante) e para smartTVs da marca. A informação é do Mobile Times.

Os treinamentos serão realizados por professores da própria Samsung, com cursos gratuitos para independentes e universitários, com carga horária de cerca de 4 horas e intensivo para alunos pré-selecionados (com critério ainda não divulgado), com carga de até 200 horas.

O centro é o primeiro empreendimento da empresa inaugurado fora da Coreia do Sul.

O  projeto conta com a parceira de universidades como Mackenzie, USP, Anhanguera, Unesp e Universidade do Estado do Amazonas (UEA), além de empresas como Global Coat para palestras técnicas e Baita, para empreendedorismo.

Além disso, o vice-presidente de assuntos institucionais da Samsung para a América Latina, Mário Laffitte, afirmou que o projeto terá uma segunda unidade brasileira em Manaus no segundo semestre, que terá os mesmos recursos do centro na capital paulista.

Interessados no programa Ocean podem se inscrever pelo site. A Samsung anunciou ainda que trará ao Brasil pela primeira vez o evento Samsung Developer Day. O evento global será realizado em São Paulo em uma data ainda não definida até o final deste primeiro semestre.

Ainda nesse mês, a companhia se mudou para um prédio maior, localizado no bairro Morumbi, em São Paulo. As novas instalações, anunciadas no dia 8, comporta mil funcionários e setores novos como laboratório de desenvolvimento e espaços-conceito para simulação de ambientes.

As mudanças servem para suportar a estratégia de explorar o mercado corporativo. Depois de se consolidar no ramo dos smartphones no Brasil, dominando 54,3% do mercado, a sul-coreana Samsung agora parte em direção ao segmento corporativo do país com soluções na nuvem e, principalmente, mídia interativa em telas gigantes.