Marca tem mais de 330 franqueados no Brasil. Foto: divulgação.

A Melissa, marca de calçados e acessórios do grupo Grendene apostou na integração omnichannel com a Seta Digital, empresa paranaense especializada em sistemas de gestão e ponto de venda para o segmento calçadista.

Iniciado no primeiro semestre de 2019, o projeto integrou os mais de 330 franqueados brasileiros da marca.

Segundo a empresa, foi realizado um amplo trabalho de mudança estrutural e adoção de tecnologias especialistas, com o objetivo de gerar sinergia entre os canais on-line e offline.  

As lojas foram equipadas com softwares de PDV e com as tecnologias Caixa Fácil, Check-out Mobile e OMS, todos da Seta Digital. 

Ao mesmo tempo, a loja virtual da Melissa se prepara para iniciar as modalidades omnichannel. 

Entre as novidades da integração, está a chamada prateleira infinita, que consiste na venda realizada em um ponto físico, permitindo que o cliente retire em outra loja física ou receba a Melissa em sua casa por meio do estoque do e-commerce.  

A loja virtual também irá permitir que o consumidor opte por receber o produto em casa ou retirá-lo na unidade física mais próxima.  

Quando houver disponibilidade de estoque em lojas próximas, as unidades também poderão enviar o calçado ao seu endereço de destino, fazendo uma entrega expressa.

Lançada em 1979, a Melissa está presente em mais de 80 países. Na última década, a empresa fabricou mais de 32 milhões de pares de sapatos, além de criar perfumes e bolsas.

Já a Seta Digital conta com 70 colaboradores e 2,1 mil clientes, incluindo outros nomes de peso como Arezzo, Anacapri, Abys, Schutz e Casas Ajita.

Em 2019, a empresa foi adquirida pela Linx por um valor total que deve chegar de R$ 36,8 milhões até 2021.