Felipe Oliva, CSO e cofundador da Squid. Foto: divulgação.

A Squid, empresa especializada em marketing de influência, anunciou a aquisição da  Duopana, plataforma de construção de comunidades on-line, blogs e gestão de conteúdo colaborativo.

O valor da transação não foi divulgado pela companhia.

Fundada em 2017, a startup adquirida possui mais de 300 comunidades ativas. Seus cinco funcionários da área de tecnologia agora integram o time da Squid, mas permanecem em Curitiba, enquanto a empresa tem sede em São Paulo.

Luciano Kalil, fundador e CEO da Duopana, já participou da fundação de sete empresas, entre elas a SitePX, plataforma SaaS de construção de sites, blogs e lojas virtuais à qual se dedicou por seis anos antes da empresa atual.

O executivo também foi cofundador da Plimx, especializada em pesquisa e desenvolvimento e, antes, foi CIO da Alô Bebê, e-commerce de produtos infantis, onde atuou por quase dez anos.

Segundo a Squid, o movimento é parte de uma nova fase da empresa que, no ano passado, realizou um reposicionamento para trazer o foco justamente para este tipo de estratégia de engajamento.

"O investimento em comunidades é a nova era da influência. Tenho monitorado tendências e mercados para gerar mais valor para nossos principais stakeholders: anunciantes e influenciadores. Estou certo que a aquisição da Duopana trará ótimos resultados para os dois", afirma Felipe Oliva, cofundador e CSO da Squid.

De acordo com a empresa, a plataforma cria um ambiente colaborativo e exclusivo para empresas e criadores de conteúdo engajarem suas comunidades. 

As marcas poderão criar ambientes em que pessoas com os mesmos interesses interajam e se conectem entre si, passando a utilizar sua autoridade para curar conteúdos e não mais produzir na escala que produzia antes.

Já para os influenciadores, a plataforma oferece recursos para a entrega de conteúdo para toda a audiência, além de permitir o foco na utilização de conteúdos de sua autoridade para engajar o nicho de seu interesse, como moda, maquiagem ou decoração.

No ambiente, os conteúdos podem ser compartilhados por texto e vídeos, além da criação de cursos.

"Quando conheci a Squid, vi que a comunidade de influenciadores que eles criaram era algo muito rico, toda a estrutura que eles possuem e o que construíram poderia acelerar, e muito, o caminho que tracei para Duopana.", conta Luciano Kalil, fundador e CEO da Duopana.

A Squid é especializada em conectar influenciadores e criadores de conteúdo às marcas. Por meio de machine learning, automatiza o processo de identificação, recrutamento e gestão de influenciadores digitais.

Fundada em 2014, a startup conta com mais de 70 funcionários e 250 clientes ativos.