Narcio Rodrigues

Narcio Rodrigues, secretário de Ciência e Tecnologia de Minas Gerais entre 2011 e 2014, durante a administração de Antonio Anastasia (PSDB),  foi preso nesta segunda-feira, 30, em Belo Horizonte.

O ex-presidente do PSDB de Minas Gerais foi levado pela manhã para prestar depoimento à Promotoria de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG).

O tucano é investigado em operação deflagrada pelo MP, Polícia Federal e Polícia Militar para investigar o suposto desvio de recursos para a construção do Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas (Hidroex).

O centro foi construído pelo governo mineiro em Frutal, município de 50 mil habitantes no Triângulo Mineiro, cidade natal e reduto eleitoral de Rodrigues.

A Cidade das Águas começou a ser erguida em 2012 e é um complexo de mais de 1 milhão de m². O local foi projetado para se tornar um centro internacional de pesquisa, com foco na conservação do patrimônio hidrológico da América Latina e das nações africanas de língua portuguesa.

A iniciativa superior a R$ 300 milhões partiu dos governos estadual e federal e conta com a chancela da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

A autorização para o início das atividades do centro foi assinada pelo então governador Aécio Neves, atual senador por Minas e presidente nacional do PSDB, em fevereiro de 2010.

Em junho do ano passado, as obras ainda não haviam sido concluídas.

De acordo com informações do G1, ainda faltavam cerca de 20% dos prédios para serem finalizados a um custo adicional de R$ 100 milhões.