COOPERATIVAS

Sicoob: projeto LGPD com Privacy Tools

30/06/2022 08:09

Até então, a adequação dos processos estava sendo feita de forma manual.

A Sicoob Central Crediminas é responsável por 73 cooperativas singulares filiadas. Foto: Divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A Sicoob Central Crediminas, que reúne cooperativas do Sistema Sicoob em Minas Gerais, adotou a solução da gaúcha Privacy Tools para se adequar às exigências da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Até então, a adequação dos processos e gestão do projeto de adequação à LGPD estava sendo feita de forma manual na central, sem uma ferramenta de apoio.

Por conta do Sicoob ter uma estrutura muito grande, não era possível realizar uma gestão de privacidade de dados, onde cada cooperativa e cada usuário da plataforma conseguisse ter acesso somente às suas atividades e processos. 

"Por ser uma plataforma multi empresa e multiusuários, fez toda a diferença na escolha, diante o desafio da importação customizada de 16 mil processos, gerando assim as atividades de tratamento com todo o fluxo de dados pessoais e a automatização da integração de 1,5 mil usuários para a plataforma por meio de integração via API", explica Claudio Maulais, analista da Sicoob Crediminas.

A Sicoob Central Crediminas atua desde 1998 como uma cooperativa central, sendo responsável pela coordenação e centralização dos processos operacionais e de representação das suas 73 cooperativas singulares filiadas.

No total, essas cooperativas são responsáveis por 723 agências com R$ 41 bilhões em ativos.

A Privacy Tools é acelerada pela Obr.global, uma consultoria de internacionalização de negócios liderada por Robert Janssen, consultor nessa área para a Softex há duas décadas, membro de diversos grupos anjos do Vale do Silício e vice-presidente de Relações Internacionais da Assespro.

A startup já tem clientes como Grupo E-sales, CRM Piperun, Grupo RBS, Banco RCI e Senff.  

Os fundadores são Aline Deparis e Marison Souza, ambos também criadores da Maven, uma companhia especializada em ferramentas de publicação digital que com o tempo evoluiu para um grupo de empresas.

Em fevereiro deste ano, a Privacy Tools recebeu um aporte de R$ 2 milhões da Bossanova, micro venture capital especializada em aportes pré-seed, e da gestora Domo Invest. 

Segundo a revista Exame, a empresa cresceu 661% em 2021 e deve quadruplicar de tamanho neste ano.

Veja também

CONSIGNADO
INSS: R$ 2,5 mil por um vazamento de dados

Se a moda pega, quando pode chegar a custar isso?

COMPRAS
Governo federal expõe dados de empresários

A companhia TI Safe descobriu a sua própria exposição ao participar de um pregão.

DADOS
Ceramfix: adequação à LGPD com Microservice

Projeto envolve especialistas em tecnologia, segurança da informação e direito digital.

DADOS
Bom Jesus: projeto LGPD com Privacy Tools

Grupo educacional adotou solução para gerir melhor suas informações. 

DADOS
Operadoras vão responder sobre vazamentos

Vivo, Tim, Oi e Claro foram ajuizadas pelo Ministério Público do Estado da Bahia.

PÚBLICO
Sicoob faz integração com portais gov.br

Instituição é a sexta a aderir ao login com credenciais bancárias, sendo a primeira cooperativa.