Workstations ficarão no setor de desenvolvimento Foto: flickr.com/photos/64663239@N05

A Lenovo anunciou nessa terça-feira, 30, a venda de 600 workstations para a Petrobrás.

O modelo selecionado para a venda foi o Thinkstation S30, focados no processamento de grande quantidade de dados.

Os Thinkstation S30 que serão enviados a Petobras terão um processador Intel Xeon, dois HDs de 500GB, Blu Ray, 32 GB de memória e uma NVIDIA Quadro 600 de 1GB de memória.

Inicialmente, os computadores ficarão com a equipe de desenvolvimento de Software, mas serão repassados para outras areas da empresa em 2014.

Um modelo similar aos comprados, porém com especificações mais modestas sai por US$ 1.129. Com isso, uma estimativa bruta realizada pela reportagem do Baguete aponta que a Petrobrás gastou mais de US$ 677 mil no contrato.

Este contrato reforça o investimento na presença da Lenovo no país, principalmente sua participação no setor público.

"Com nossa fábrica em Itu, teremos mais possibilidades para atender esses clientes de forma personalizada". Aponta Joarez Bertholdo, diretor de vendas da Lenovo no Brasil.

A fábrica de Itu foi aberta em 2012, resultado da injeção de US$ 30 milhões para sua construção e de um centro de distribuição na cidade.

Anteriormente a Lenovo comprou a CCE, que resultou em uma participação de 7% no mercado em 2012. Cada passo mostra uma aproximação da Positivo, que tem uma fatia de 15% no mercado nacional de PCs.