O Núcleo de Telessaúde (NUTES) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) investiu em uma sala de Telepresença Imersiva com tecnologia Polycom, empresa de comunicações unificadas.

A solução, instalada no Hospital das Clínicas, propicia a colaboração à distância por meio da troca de informações de vídeo e áudio em HD entre a instituição e outras unidades da rede de saúde no Brasil e no mundo.

Criado com recursos financeiros da Rede Universitária de Telemedicina (Rute), do Finep, os valores de investimento no projeto não foram divulgados.

O NUTES-UFPE é responsável pelo Programa Telessaúde Brasil, associado ao Ministério da Saúde.  A sala poderá ser utilizada pela comunidade acadêmica com o objetivo de aproximar os centros de pesquisa em medicina nacionais e internacionais.

Conforme a empresa, a tecnologia Polycom OTX oferece soluções de telepresença, vídeo e audioconferência, com HD de vídeo e áudio e conteúdo compartilhado. A alta resolução das imagens transmitidas permite a tomada de decisões mais acertadas nos diagnósticos.

Já a solução Polycom RSS 4000 permite a realização de reuniões multipontos, agendamentos, controle e relatórios.

Além da área da saúde, os principais mercados de atuação da Polycom no Brasil são governo, entretenimento, serviços, manufatura, Oil& Gás e setor financeiro.

A companhia possui uma base de cerca de 400 mil clientes em todo mundo.

Com uma receita anual mundial de US$ 1,5 bilhões, a empresa tem aproximadamente 4 mil colaboradores e 7 mil parceiros em todo mundo.