O Mercado Livre acaba de inaugurar sua nova sede em São Paulo. Foto: Divulgação.

O Mercado Livre acaba de inaugurar sua nova sede no Brasil, que contou com investimento de R$ 105 milhões. O complexo tem capacidade para até 2 mil colaboradores e fica na divisa das cidades de São Paulo e Osasco.

Antes localizada em Alphaville, a empresa precisava ampliar seu espaço para receber o crescente número de colaboradores. No último ano, a equipe da empresa cresceu 38%. 

Com áreas de trabalho compartilhadas, o espaço conta com 140 salas de reunião, 11 salas de treinamento, auditório com 200 lugares, arquibancada para eventos internos, biblioteca e espaços de descanso.

Além disso, a empresa montou um restaurante, com capacidade para 450 pessoas, e uma área de esporte e lazer, chamada de Meli Mall, onde há academia, salão de jogos, salão de beleza, atendimento nutricional e massagem. A obra da nova sede durou 12 meses.

"A Melicidade foi projetada com base em três objetivos: encantar talentos, aproximar-se de parceiros e clientes e promover sustentabilidade", destaca Helisson Lemos, presidente do Mercado Livre no Brasil. 

A inauguração acontece no mesmo mês do aniversário de 17 anos da companhia.

A nova sede incorpora diversas soluções que otimizam a utilização de recursos naturais. A obra conta com 2 mil painéis fotovoltaicos no telhado, que geram a metade da energia distribuída no complexo. Além disso, a iluminação é 100% automatizada, com 2,8 mil lâmpadas LED.

Há 4 tanques de água de reuso para reaproveitamento da água da chuva para irrigação dos jardins e abastecimento das bacias sanitárias. 

O Mercado Livre fechou o segundo trimestre deste ano com 61% de crescimento da receita líquida no país, frente ao mesmo período do ano passado. Na América Latina, a receita líquida total foi de US$ 199,6 milhões, um crescimento de 29,4%. 

Nesses três meses, 43,7 milhões de itens foram vendidos no marketplace do Mercado Livre, 45% a mais do que no mesmo período do ano passado.