Sede da Meta em São Leopoldo. Foto: Divulgação.

A Meta, empresa de TI e parceira SAP com presença nacional sediada em São Leopoldo, na região metropolitana de Porto Alegre, teve uma alteração no seu quadro societário, com a saída de Wesley Lacerda, um dos três fundadores da empresa.

A movimentação foi comunicada pela Meta em um comunicado distribuído aos seus funcionários nesta sexta-feira, 27.

Com a saída de Lacerda, a área de Serviços, no qual estão as ofertas de Estratégia, Operações e SAP, será unificada com o Comercial, ambos respondendo ao CEO da empresa, Telmo Costa.

A área de Software permanece sob responsabilidade do vice-presidente de Gestão e Pessoas, Cláudio Carrara. 

“Com esse movimento, ganhamos em sinergia e simplificação organizacional, o que acreditamos ser um passo fundamental em direção ao nosso objetivo de dobrar a Meta até 2020”, afirma a nota da Meta.

O texto destaca que a saída de Lacerda se deu em “decisão conjunta” e que a partir de agora o empresário se dedicará a alguns projetos que já mantinha em paralelo, como a consultoria de gestão empresarial Capolavoro e a vinícola Domus Mea.

Lacerda pretende ainda investir em startups, escrever um livro sobre negócios e se engajar mais na Antonio Meneghetti Faculdade (AMF), uma instituição de ensino superior localizada nas proximidades de Santa Maria, no interior do Rio Grande do Sul, no qual hoje é professor e participa da gestão.

Na nota, Costa e Carrara afirmam que “entendem e apoiam” os desejos de Wesley, que, ao longo de 22 anos de Meta, participou da criação de ofertas como service desk, BPO, operações, AMS e da unidade SAP, todas hoje no portfólio da Meta.

Hoje a Meta tem escritórios no Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Miami, 1 mil funcionários e uma carteira de 350 clientes, incluindo nomes como Lojas Renner, Herval, Hospital Sírio Libanês, Unimed, Sicredi e GetNet.

Pelo seu envolvimento na AMF, Lacerda deve manter contato com a Meta. A empresa é uma das maiores apoiadoras de um futuro polo de tecnologia em Restinga Seca, cidade nas proximidades de Santa Maria onde fica a sede da faculdade.

A Meta inaugurou em 2013 um centro de excelência em tecnologia no local, com investimentos de R$ 5 milhões no prédio, equipamentos e contratações.

A operação da Meta, assim como a AMF, ficam no chamado Recanto Maestro, um distrito com cerca de 400 hectares que hoje combina residências, um hotel voltado para eventos corporativos e 20 empresas de setores variados.

A AMF trabalha com um modelo de formação voltado para a formação de líderes baseado no trabalho do filósofo italiano Antonio Meneghetti, a chamada metodologia de ensino ontopsicológica.

A abordagem conquistou adesão de lideranças empresariais do Rio Grande do Sul. Além dos fundadores da Meta, entre os apoiadores da instituição estão lideranças empresariais como o fundador da Calçados Beira Rio, Roberto Argenta, o presidente do grupo Puras, Hermes Gazzola.