Um novo tipo de profissional. Foto: Pexels.

Já fazem alguns anos em que a Ciência de Dados vem se destacando como uma das profissões mais promissoras do momento, mas passada a curiosidade inicial, ela prova que sua posição não é mera tendência e segue como profissão do futuro. 

Com a demanda crescente por esse tipo de profissional, o Brasil começa a se alinhar com a busca global e as universidades nacionais vêm aos poucos oferecendo o curso. Recentemente, a PUC-RS entrou no time das instituições que oferecem a formação, junto à Fundação Getúlio Vargas (RJ) e à USP.

É um trabalho acadêmico completo, com quatro anos de bacharelado que promete entregar ao mercado um profissional multidisciplinar, já que a  área exige domínio de matemática aplicada, computação, estatística, inteligência artificial e otimização.

Por que tanta excitação com a Ciência de Dados?

Certo, muito se fala em Ciência de Dados, mas para a maioria das pessoas, sua definição ainda é nebulosa, confundida com computação, TI e até design gráfico. Afinal, por que tantas empresas estão tão interessadas nesse profissional?

Em tempos de acelerado desenvolvimento de serviços que utilizam tecnologia, quem consegue converter dados complexos em informações úteis para negócios tornou-se peça fundamental. Uma pesquisa realizada em 2018 pela Gemalto, provedora de segurança digital, revelou que 65% das empresas não podiam analisar seus dados e 89% sabia da vantagem competitiva que teriam se o fizessem.

Portanto, não há tempo a perder.

Corrida interminável

Quem usa a Ciência de Dados está a um passo a frente de transformá-los em serviços e produtos eficientes ao seu consumidor, muitos dos quais inéditos. Aqueles que experimentam jogos de aposta, notarão como cresceram a quantidade de ofertas online, com destaque para clássicos como o pôquer em cassinos online, que até possuem opções ao vivo.

Sendo um ramo sensível à confiança, o portal Casinos.pt entrou no mercado para identificar criticamente estabelecimentos de jogos de aposta online de acordo com confiabilidade, ofertas oferecidas, suporte, reputação, bem como auxiliar quanto a dicas e nomenclaturas do pôquer. A resposta eficiente de tal serviço não seria possível se o marketing não se associasse ao levantamento consistente de dados.

Da mesma forma, uma das startups mais desejadas no momento do Brasil, a curitibana Contabilizei, identificou a necessidade de disponibilizar serviços de contabilidade online e mesmo que agora a ideia pareça óbvia, eles foram os primeiros a oferecê-los no país nesse modelo agregando o simples ao econômico. Resultado: mais de 20 mil clientes em mais de 50 cidades. Aliás, estão com vagas abertas para cientistas de dados.

Mas em 2020 quem realmente alavancou com grande suporte de seus cientistas de dados foi a Nubank, a startup unicórnio do Brasil. A fintech, que cria soluções financeiras, não estaria onde está se não tivesse focado no objetivo de ser um banco diferente de fato, que bate de frente com a burocracia dos bancos tradicionais e que traduz a possibilidade de investimentos em linguagem acessível, a qual depende de muitos dados, como tudo o que involve dinheiro.

Ao fim, na busca incessante de oportunidades a partir de dados entram todos, de pequenas a médias empresas a multinacionais. Apesar de ser um trabalho perpétuo, garante retorno aos envolvidos. Estima-se que 90% de todos os dados armazenados no globo tenham sido produzidos só nos últimos anos, e como essa conta só aumenta é realista dizer que o cientista de dados será sempre a profissão do futuro, até porque nesse caso o futuro já acontece no próximo segundo, que já tem mais outros trilhões de dados para serem decodificados e analisados.

Trilhando o caminho

Há uma gama de profissões dentro da Ciência de Dados, então para quem está considerando este caminho, pode escolher ser cientista de dados, engenheiro de machine learning ou de IA; engenheiro, analista, ou arquiteto de dados. Mas prepare-se para estar sempre antenado, pois essa é uma profissão que além de nunca parar de aprender, precisa fazê-lo num ritmo muito mais acelerado que a média das outras para que continue relevante, sem contar que novos regulamentos de privacidade de dados mudam com frequência.

Por outro lado, é um caminho de emprego certo; pesquisas revelam que 94% dos graduados na área estão inseridos no mercado de trabalho e os salários são promissores, girando em torno de 2 mil dólares por mês e com grande chances de atuar no exterior. Mas se preferir ficar no Brasil, não há problemas, pois a remuneração mensal está entre 9 mil e 20 mil por mês. Nada mal!