Prédio histórico da Santa Casa paulista.

A Santa Casa de Misericórdia de São Paulo usará o Oracle Exadata Database Machine para rodar o software de gestão da MV Sistemas nas 39 unidades, em um processo de migração que começou em setembro de 2013 e deve se estender por mais quatro anos.

O processo de implementação, realizado pela Sphere envolveu em um primeiro momento o Hospital Santa Isabel, que presta serviços de saúde privada, e os três pronto-socorros, que compõem o programa SOS Emergência do Ministério da Saúde e têm seus controles clínicos e de internação vinculados aos sistemas governamentais. 

Atualmente, já são processados no Oracle Exadata todos os dados do sistema de gestão MV e também a ferramenta de folha de pagamentos destas unidades, que incluem quase dois mil funcionários.

Mesmo processando grandes volumes de dados, só 10% da capacidade do equipamento está sendo utilizada.

A solução da Oracle foi adquirida na modalidade Infrastructure as a Service (IaaS) para compor a nuvem privada da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, instalada fisicamente no datacenter da instituição de saúde.

A Irmandade Santa Casa de Misericórdia de São Paulo tem hoje seis hospitais próprios, seis pronto-socorros somente no Hospital Central, um ambulatório médico de especialidades, duas unidades de pronto atendimento (UPAs) e uma policlínica.

A instituição tem também 12 unidades básicas de saúde distribuídas na região de Jaçanã e Tremembé, entre outros equipamentos administrados por Organizações Sociais de Saúde (OSS) Estaduais e Municipais.

São 18 mil funcionários atendendo 3,5 milhões de pacientes por ano.