Hoff vende e recapeia pneus. Foto: Shutterstock

A Hoff, empresa gaúcha especializada em recapagem e venda de pneus novos para caminhões, decidiu migrar o seu sistema de gestão Datasul para o S/4, última versão do ERP da SAP.

A companhia já adquiriu as licenças da Fusion, parceiro SAP sediado em Porto Alegre, e está em fase de definição da consultoria que fará a implantação. 

O plano da companhia é fazer um levantamento de processos e o blue print do projeto neste ano, para fazer o go-live ao redor de abril ou maio do ano que vem.

“O software é uma plataforma para executar os processos. Queremos aproveitar esse momento para adquirir melhores práticas para a nossa operação”, afirma Téssalo Hoff, CFO da Hoff.

De acordo com Hoff, o objetivo é diminuir o número de customizações que foram feitas no Datasul e implantar o quanto for possível dos processos do S/4.

A conquista de um cliente como a Hoff é uma ótima notícia para a SAP, que tem a missão de fazer decolar a adoção do S/4, lançado ainda em fevereiro.

Isso porque a Hoff é uma empresa de médio porte, com 540 funcionários e faturamento previsto de R$ 200 milhões neste ano.

O perfil mostra que o S/4 é viável para empresas de médio porte, apesar de rodar exclusivamente sobre o banco de dados em memória Hana. 

Até agora, a SAP só havia divulgado o fechamento de clientes de grande porte para a novidade como o Grupo Bom Jesus, Diagnósticos da América S.A (Dasa) e IRB, todas empresas com faturamentos bilionários e o Ceitec, uma estatal federal que não serve como espelho para as pequenas e médias empresas.

Segundo a reportagem do Baguete pode averiguar com fontes de mercado, a SAP está fazendo um esforço comercial para promover o novo software, concedendo descontos agressivos.

Os valores praticados teriam inclusive estimulado algumas empresas a fazer migrações só no papel, pagando o licenciamento do S/4 mesmo quando ainda  usam o R/3.