Foto: flickr.com/photos/lewick

O Sebrae catarinense assina nesta sexta, 31, convênios para liberar um total de R$ 2,55 milhões em investimentos para 14 incubadoras do estado, em uma lista que inclui todas as de TI.

As selecionadas foram Midi Tecnológico, Softville, Celta, Gene Blumenau, Citeb, MidiLages, Incevale, Inctech, Gtec, Jaraguatec, Itfetep, Crie, Uninova e Iesj.

Sem mais detalhes, o Sebrae-SC divulgou que o investimento será destinado a iniciativas de reforço técnico e financeiro das incubadoras.

“As incubadoras são polos de inovação e modernidade. Elas auxiliam na competitividade das empresas e perenidade”, explica Marcos Regueira, analista do Sebrae-SC.

Ele cita dados do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) para validar a importância do setor.

Conforme o levantamento do órgão, o faturamento anual das empresas incubadas gira em torno de R$ 226 milhões no país, enquanto as já graduadas dentro de incubadoras faturam hoje um total ao redor de R$ 1,2 bilhão anual.

Atualmente, existem mais de 16. mil empresas em 384 incubadoras de todo o Brasil. 

Destas, quase dois terços (58%) têm como foco o desenvolvimento de novos produtos ou processos e 52% do total atuam na área de prestação de serviços.