O apagão que deixou parte do estado de São Paulo sem acesso à internet na quinta-feira, 03, poderá custar milhões aos cofres da Telefônica.

"Isso equivale a cerca de R$ 1 bilhão por dia. Imagine um dia em que o governo do Estado fica sem comunicação, fora os pequenos dramas pessoais. Tem gente que bateu o carro e não consegue registrar ocorrência e até gente que não consegue atestado de óbito", afirmou Leão Carvalho, o presidente da Prodesp em entrevista à Reuters .

A Companhia de Processamento de Dados foi a primeira a anunciar que multaria a operadora pela interrupção dos serviços de sua rede de dados.

A Anatel declarou que, se confirmada negligência da operadora, poderá abrir um processo administrativo cuja multa pode chegar a R$ 50 milhões.

Segundo informações do Procon, os clientes que sofreram prejuízos podem pedir indenização na Justiça.