Em dezembro, o Internet Explorer seguiu perdendo mercado, de acordo com levantamento realizado pela Net Applications.

O navegador da Microsoft detém 68,15% de uso. Em novembro, o número estava em 69,71%, e em outubro 71,27%.

"As férias de dezembro favoreceram fortemente o uso residencial sobre o uso nos locais de trabalho. Isso aumenta relativamente o uso do Mac, Firefox, Safari e outros produtos que têm relativamente alto uso residencial", diz o relatório.

Raposa 
O Firefox deteve 21,34% de participação, após registrar 20,78% e 19,97% em novembro e outubro, respectivamente.

Maçã
O Safari, software da Apple, ganhou espaço nos últimos três meses. Em outubro, detinha 6,57%. Novembro e dezembro registraram 7,13% e 7,93%, respectivamente.

Google
O Chrome, lançado no início de setembro, ultrapassou pela primeira vez a marca de 1% de uso, com 1,04%. O navegador do Google, registrou 0,83% do uso em novembro e 0,74% em outubro, respectivamente.

OS
O Windows tem participação de 88,68%, contra 9,63% do Mac OS e 0,85% do Linux.

A pesquisa coleta números dos sites que usam o serviço de monitoramento da Net Applications e compila dados de cerca de 160 milhões de visitantes a cada mês.