Em 2009 as operações de crédito da Finep superaram a cifra de R$ 900 milhões, mais de 60% acima de 2008.

Já para 2010, a expectativa da Financiadora de Estudos e Projetos do Ministério da Ciência e Tecnologia é atingir 80% a mais de incentivos, ou seja, cerca de R$ 1,6 bilhão.

Além das multinacionais que podem criar seus próprios centros de inovação e as chamadas públicas para financiamentos, a aposta no aumento de incentivos está no Open Innovation, modelo de gestão que promete beneficar um grande número de empresas.

No Open Innovation a empresa recebe novas ideias e tecnologias dos centros de inovação e ainda podem usufruir das leis de incentivo fiscal.

De acordo com o relatório anual de utilização de incentivos fiscais, divulgado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, em 2007 utilizaram-se dos incentivos 334 empresas, que somaram benefícios reais de cerca de R$ 883 milhões.