A plataforma de e-business da Paradigma, que mantém centro de tecnologia em Florianópolis e matriz de negócios em São Paulo, foi escolhida pela Petrobrás para realização do 1° leilão eletrônico para fornecimento de gás natural no Brasil.

O leilão, realizado no último dia 24 de abril, comercializou, entre as 16 distribuidoras participantes, 3,59 milhões de m³/dia para entrega em maio (37% do volume total ofertado no mês) e mais 3,24 milhões de m³/dia para junho (34% do total do período).

Esta não foi a primeira vez que a Petrobras adotou a solução da Paradigma, que é baseada em recursos de BPM nativo, knowledge models e SOA, oferecendo recursos de colaboração, conectividade e flexibilização de acordo com o core business da empresa usuária. Em fevereiro, a empresa catarinense já havia fornecido software para o leilão eletrônico de venda de energia elétrica realizado pela estatal.

A atuação da Paradigma no ambiente de plataformas para leilões, aliás, já é tradicional, segundo Andréa Boudeville, CEO da companhia. “Temos atuação consagrada tanto no Ambiente Livre de Contratação (ACL) como no Ambiente Regulado (ACR). Além do Brasil, onde mais de R$ 300 bilhões já foram negociados nos últimos quatro anos, já exportamos soluções para leilões de energia à Colômbia e Europa”, conta ela.

Segundo a executiva, a experiência da empresa no mercado de energia elétrica remonta a 2001, quando iniciaram-se as primeiras negociações eletrônicas na forma de e-bookbuilding e ambiente de bolsa.

“Após esse período, o governo brasileiro vem realizando estudos e aperfeiçoando modelos que resultaram no Mercado Livre de Energia para grandes compradores e formatou os leilões para aproximar a oferta e o abastecimento da demanda de forma mais rápida e segura. Para atingir esse mercado, desenvolvemos uma plataforma especializada, que oferece modalidades transacionais e funcionalidades de gestão dos negócios para este setor”, declarou a CEO em entrevista à Câmara e-Net.

Desde então, a empresa cresceu neste segmento, atendendo a clientes como Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), Tractebel Energia e Grupo EDP – Enertrade, entre outros. São mais de 14 diferentes setores de atividades atendidos pela plataforma de leilão eletrônico da companhia, que também fornece soluções de compra e venda, gestão de contratos e processos, e-procurement, entre outras.