Os 157 municípios gaúchos da região atendida pelo DDD 51 lideram com folga os pedidos de portabilidade numérica entre as sete regiões que passaram a ser incluídas na lei, que permite a transferência de operadora com a manutenção do número do telefone.

No primeiro dia de vigência da portabilidade, foram 730 solicitações. É o maior volume já realizado no primeiro dia de vigência do serviço até a presente etapa de implantação e mais da metade do volume total dos sete novos DDDs, que chegou a 1.192.

As novas regiões atendidas são os DDDs 18, em São Paulo, 51 e 55, no Rio Grande do Sul, 63, no Tocantins, 65, no Mato Grosso, 92 e 97 no Amazonas. Os dados são da Base de Dados de Referência (BDR) da ABR Telecom.

O segundo DDD em volume de pedidos de portabilidade no primeiro dia é o 62 da capital goiana que registrou 433 solicitações no dia 1º de setembro de 2008 quando o serviço foi implantado naquela região.

Totais Brasil
Desde o dia 1º de setembro, conforme a Base de Dados de Referência da ABR Telecom, 195.942 usuários de telefonia fixa e móvel solicitaram troca de operadora com manutenção do número de telefone.

Desse total, 66% referem-se a solicitações de usuários de telefonia móvel e 34% (66,5) de telefonia fixa. A média diária de pedidos de portabilidade é da ordem de 1.519, o que representa um acréscimo de 18,49%, quando comparado ao número registrado no primeiro dia do serviço no país que foi de 1.238 solicitações.

Até a meia-noite dessa quinta-feira (8/1) 129.996 usuários tiveram seus números de telefones mantidos após terem concluídas as transferências de operadoras de serviço. Desses, 67% (86,8) são usuários de telefonia móvel e 33% (43,1) assinantes de telefonia fixa.

Mais 13 milhões
A partir desta segunda-feira, 12 mais 13 milhões de assinantes de telefonia fixa e móvel passarão a dispor da portabilidade numérica, o serviço que permite a troca de operadora com a manutenção do número do telefone.

A portabilidade torna-se acessível, agora, também para os usuários atendidos pelos DDDs 16, em São Paulo; 41, no Paraná, 34 e 35 em Minas Gerais e 74, na Bahia, chegando a mais uma capital, Curitiba (PR).

Com a implantação do serviço nestas regiões, 90,2 milhões de usuários de telefonia no Brasil já podem usufruir da portabilidade numérica.