Tamanho da fonte: -A+A

O Parque Tecnológico do Vale do Sinos, localizado em Campo Bom e administrado pela Valetec, despontou entre os seis maiores em empresas instaladas no Brasil.

É o que aponta um levantamento da Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) junto a 25 empreendimentos do gênero.

“Mesmo sendo um dos seis mais novos, aparecemos entre os cinco que mais geram impostos e os 14 que mais geram empregos”, destaca o diretor executivo da Valetec, Filipe Ramos Barroso. “Isto demonstra o perfil de forte inovação que temos na região”, completa Barroso.

De acordo com o levantamento, o Parque Tecnológico do Vale do Sinos gera R$ 3,6 milhões em impostos, 300 empregos e conta com 22 empresas instaladas nos seus 365 mil m².

O empreendimento também está entre os 15 que apresentam regularização fundiária, entre os 12 que têm licença ambiental e entre os cinco que contam com empresas de faturamento até R$ 5 milhões.

Receita de R$ 1,68 bilhão
Segundo o levantamento, os empreendimentos abrigados em parques tecnológicos já são responsáveis pela produção de R$ 1,68 bilhão em receitas, por um volume de exportação da ordem de R$ 116,1 milhões e por mais de R$ 118 milhões em impostos que retornam aos cofres públicos.

O Brasil conta hoje com 74 empreendimentos denominados parques tecnológicos. Dez das entidades não responderam à pesquisa da Anprotec. Do total, 25 estão em operação, 17 encontram-se em implantação e 32, na fase de projeto.

Como foi feito
O estudo apresenta informações sobre 64 entidades, com base nas respostas de cada organização à pesquisa aplicada pela Anprotec. O levantamento faz parte de um trabalho que visa definir políticas públicas para apoio aos parques tecnológicos do Brasil.