O diretor da Sociedade Educacional de Santa Catarina (Sociesc), Sandro Murilo Santos, e o empresário Jaime Grasso, da Associação Comercial e Industrial de Joinville (ACIJ), foram eleitos em assembléia geral para presidir o Instituto de Desenvolvimento Sustentável de Joinville pelo período de um ano. O presidente do Sindicato de Informática (SEPIJ), Ivo Birckholz, faz parte do Conselho. Outras 15 entidades de classe estão representadas. O Instituto pretende cuidar dos "interesses da sociedade civil perante o meio político e empresarial". Será uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público). De forma independente, o instituto sucede os programas Desenville e Repensando Joinville, instituído pelo então prefeito, e hoje governador do estado, Luiz Henrique da Silveira. O grupo voluntário quer garantir que, independente de partido político, o que planejarem para o progresso da cidade seja respeitado pelos governantes. O futuro Parque Tecnológico de Joinville está inserido no contexto, como uma das metas a serem alcançadas através de ações do Instituto Joinville.