Plugar (Porto Alegre), Ibrowse (Canoas), Betha (Criciúma), além de Edusoft e Prima, ambas de Blumenau, são as integrantes do quarto grupo cooperado de empresas para implementação do modelo brasileiro MPS.BR.

A iniciativa é coordenada pela Softsul, tendo a gaúcha Software Process Consultoria no papel de instituição implementadora.

O objetivo do grupo, que receberá subsídio para o projeto através da Finep,  é implementar os níveis G e F de maturidade do MPS.BR em um prazo máximo de 15 meses.

“Os grupos cooperados são uma excelente oportunidade para micro e pequenas empresas de software qualificarem seus processos com base em um modelo consagrado a um custo muito atraente”, resume Odisnei Galarraga, sócio da Software Process e responsável pelos treinamentos e pela consultoria técnica prestada às empresas do grupo.