O plenário da Câmara aprovou na quarta-feira, 16, as regras de liberdade para o uso da internet aprovadas pelo Senado na terça-feira durante a votação da reforma eleitoral.

O projeto segue agora para sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Se for publicado no Diário Oficial da União até 03 de outubro, terá validade já nas eleições de 2010.

Com o novo projeto estão liberados o uso de blogs, redes de relacionamento e mensagens instantâneas durante as campanhas eleitorais, além da veiculação de anúncios em sites de notícias.

No entanto, será vedado o anonimato e garantido o direito de resposta.